Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Uma mulher de 34 anos foi detida no Japão por ter destruído 54 violinos e 70 arcos de violino de seu ex-marido, um prejuízo estimado em cerca de US$ 950 mil

(afp_tickers)

Uma mulher de 34 anos foi detida no Japão por ter destruído 54 violinos e 70 arcos de violino de seu ex-marido, um prejuízo estimado em cerca de US$ 950 mil - informou a Polícia nesta quarta-feira (26).

Midori Kawamiya é acusada de ter entrado às escondidas na casa do ex-marido, na cidade de Aichi (centro do Japão), "quebrando uma janela, em uma data indeterminada entre 30 de janeiro e 19 de fevereiro de 2014", disse um porta-voz da Polícia à AFP.

"A vítima reivindica uma indenização de 105,9 milhões de ienes (em torno de US$ 950 mil)", acrescentou.

Segundo o jornal "Yomiuri", a suspeita é de nacionalidade chinesa. Ela fez várias viagens de ida e volta Japão-China depois de sua ação e foi detida na terça em seu retorno a Tóquio, relatou a agência de notícias Kyodo.

Os violinos destruídos - entre eles um instrumento italiano de 50 milhões de ienes - foram fabricados, ou são da coleção de seu ex-marido, um sexagenário norueguês, acrescentou a Kyodo.

O casal estava em processo de divórcio na época em que os objetos foram destruídos.

AFP