Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Moradores observam um prédio destruído em um bombardeio, perto de Donetsk

(afp_tickers)

O número de mortos no conflito no leste da Ucrânia dobrou em duas semanas, a um total de 2.086, anunciou nesta quarta-feira o porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos.

Esta "estimativa prudente" diz respeito ao período de meados de abril a 10 de agosto, e também indica ter havido "4.953 feridos (incluindo pelo menos 30 crianças)", segundo Cécile Pouilly, porta-voz em Genebra. Esta avaliação leva em conta as vítimas nas forças armadas, grupos armados e entre a população civil.

Em 26 de julho, o balanço estimado pelo Alto Comissariado era de 1.129 mortos.

Em média, mais de 60 pessoas foram mortas ou feridas a cada dia no leste da Ucrânia desde meados de abril, de acordo com o Alto Comissariado.

"Essa tendência se acelerou significativamente recentemente e, em média, pelo menos 70 pessoas foram feridas ou mortas diariamente entre 30 de julho e 5 de agosto, e apenas no dia 7 de agosto, 41 pessoas morreram e 143 ficaram feridas", ressaltou Pouilly.

Ela observa que essas estimativas são aproximadas, porque o número de vítimas civis provavelmente é subestimado, já que alguns não conseguem chegar aos hospitais por causa de insegurança.

AFP