Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(2 set) Cartaz feito por crianças de Cali para receber o Papa

(afp_tickers)

Além de promover a paz, a primeira visita do Papa Francisco à Colômbia, entre 6 e 10 de setembro, agitará a economia, o turismo e colocará a organização logística do país à prova.

Confira abaixo alguns números da chegada do pontífice argentino à nação com a sétima maior população de católicos no mundo:

- 4 cidades -

O pontífice argentino visitará Bogotá, Medellín, Villavicencio e Cartagena, onde falará de paz, vocação sacerdotal, reconciliação, dignidade e direitos humanos, respectivamente, segundo os organizadores.

- 4,7 milhões de fiéis -

Nas missas e visitas de que Francisco participará nas quatro cidades colombianas, um país de 48 milhões de habitantes e de maioria católica, os organizadores calculam que serão dois milhões de fiéis em Bogotá; um milhão em Medellín, assim como em Villavicencio; além de cerca de 750.000 presentes em Cartagena.

- US$ 9,3 milhões de organização -

O governo colombiano dispôs de 9,3 milhões de dólares para organizar a logística da visita papal. Desse total, dois milhões foram destinados a Bogotá, outros dois para Medellín, e 1,6 milhão tanto para Cartagena, quanto Villavicencio. A esses recursos oficiais, somam-se contribuições do Vaticano e doações gerais.

- 36.600 agentes -

A força pública colombiana se encarregará de velar pela segurança de Francisco. Além disso, haverá 19.660 voluntários, segundo a vice-presidência, entidade encarregada da organização da visita do sumo pontífice.

- US$ 94,4 milhões -

Os ganhos calculados pela visita do Papa. Bogotá espera uma receita de 57,9 milhões de dólares; Medellín, de 22,8 milhões; Villavicencio, de 8,8 milhões; e Cartagena, de 5,2 milhões.

- 1,5 milhão de turistas -

Espera-se 1,5 milhão de turistas nas cidades percorridas pelo Papa, segundo estimativas da Associação Colombiana de Agências de Viagens e Turismo (Anato). Entre os estrangeiros, a expectativa é de 14.000 turistas.

- 5 milhões de hóstias -

Serão repartidas 5 milhões de hóstias nas quatro cidades visitadas, segundo cálculos da Igreja católica colombiana.

- 465 canções -

Foi organizado o concurso "Cante ao Papa", iniciativa de uma entidade local para definir o hino do pontífice em terras colombianas. Das 465 canções inscritas, a escolhida foi "Demos o primeiro passo", um vallenato-pop composto pela fraternidade Músicos Católicos Unidos (MUC), de Bogotá.

- 135 km -

Total de quilômetros que o Papa percorrerá pelas quatro cidades, sendo que 42 km serão no Papamóvel.

- 100.000 moedas -

Número de moedas cunhadas pela prefeitura de Villavicencio para recordar a visita de Francisco à cidade. As moedas em prata e com um diâmetro de 4 centímetros terão, de um lado, o rosto do Papa, e no outro, a data de sua visita.

- Três Papas -

Três Papas visitaram a Colômbia, incluindo Jorge Bergoglio. Anteriormente, foram Paulo VI, em 1968, e João Paulo II, em 1986.

- 38.000 selos -

Número de selos emitidos em homenagem a Francisco. Terão um valor entre 1,7 e 3,4 dólares, e circularão nos 192 países e territórios-membros da União Postal Universal (UPU).

- 12.000 árvores -

Número de árvores que serão plantadas em Cartagena.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP