Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Na Argélia, Igreja beatifica 19 religiosos assassinados

Último sobrevivente da tomada de reféns dos sete monges de Tibhirin, o francês Jean-Pierre Schumacher (dir.) é recebido durante vigília espiritual na Catedral de Santa Maria, em Oran, Argélia, em 7 de dezembro de 2018

(afp_tickers)

Dezenove religiosos católicos, entre eles os sete monges de Tibhirin, assassinados na Argélia durante a "década negra" da guerra civil, foram beatificados neste sábado (8), em Oran, na primeira cerimônia de beatificação realizada em um país muçulmano.

"Que o monsenhor Pierre Claverie (...) e seus 18 companheiros, fiéis mensageiros do Evangelho, humildes artesãos da paz (...), sejam beatificados a partir de agora", declarou o cardeal Angelo Becciu, enviado especial do papa, que leu o decreto de beatificação.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.