Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Foto cedida pela Nasa e obtida em 18 de agosto de 2017 mostra o foguete Atlas V saindo de Cabo Canaveral, na Flórida

(afp_tickers)

A Nasa lançou nesta sexta-feira o último de uma série de satélites destinados a garantir que os astronautas da Estação Espacial Internacional (ISS) possam se comunicar com a Terra.

O satélite de acompanhamento e retransmissão de dados (TDRS-M) da Boeing, que custou 408 milhões de dólares, foi lançado em um foguete Atlas V que saiu de Cabo Canaveral, na Flórida, às 08h29 locais (9h29 de Brasília).

O satélite "apoiará as comunicações espaciais importantes até meados da década de 2020", disse a Nasa em comunicado.

Acrescentou que facilitará a comunicação Espaço-Terra para as operações da órbita terrestre baixa da Nasa, "assegurando que os cientistas, engenheiros e equipes da sala de controle possam ter acesso fácil a dados para missões como o telescópio espacial Hubble e a Estação Espacial Internacional".

Uma antena no satélite foi danificada no mês passada em uma instalação em Titusville, na Flórida. Foi reparada, mas o contratempo atrasou o seu lançamento em cerca de duas semanas.

O TDRS-M é o último dos 13 satélites deste tipo que foram lançados desde 1983.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP