Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Ilustração) A nave New Horizons se aproxima de Plutão

(afp_tickers)

A agência espacial dos Estados Unidos disse nesta segunda-feira que perdeu momentaneamente o contato durante o final de semana com a sonda New Horizons, que irá realizar um voo de reconhecimento de Plutão em 14 de julho.

A suspensão das comunicações no sábado durou cerca de uma hora e meia e intrigou os cientistas que tentavam descobrir o que deu errado no New Horizons, atualmente cerca de 4,9 bilhões de quilômetros da Terra.

A missão de 700 milhões de dólares está sendo acompanhada de perto por entusiastas do espaço, já que o voo de reconhecimento de Plutão que será feito pela nave em 14 de julho dará ao mundo o primeiro olhar mais próximo do planeta anão.

Alan Stern, principal pesquisador da New Horizons, disse que foram perdidos dois dias e meio de pesquisa - metade do sábado, todo o domingo e a segunda-feira.

"A sonda New Horizons passou por uma série de anomalias na tarde de 4 de julho, o que resultou na perda de sinal com a Terra", explicou a Nasa em seu site.

"Esta é uma colisão de velocidade, em termos de retorno total que podemos esperar desta demonstração aérea", afirmou Stern.

"A comunicação foi restabelecida e a nave já se encontra em bom estado", acrescentou.

A sonda está pré-programada para passar do computador principal para um secundário caso haja algum problema.

"O piloto automático colocou a nave em 'modo seguro' e ordenou ao computador secundário que reiniciasse a comunicação com a Terra. A New Horizons começou então a transmitir dados telemétricos para ajudar os engenheiros a diagnosticar o problema", informou a Nasa.

Não foram encontrados problemas de hardware ou de software.

Em vez disso, o diagnóstico apontou uma "falha de regulação difícil de detectar na sequência de comando da nave, que se produziu quando se preparava para o voo de reconhecimento próximo", disse a agência espacial nesta segunda-feira.

A falha técnica fez com que a nave tivesse que deixar de recolher dados científicos, mas está previsto que estas operações sejam retomadas com normalidade na terça-feira.

"Fico feliz que nossa equipe da missão tenha identificado o problema rapidamente e tenha garantido o bom estado da nave", disse Jim Green, diretor da Divisão de Ciência Planetária da Nasa.

"Agora, com Plutão à vista, estamos no ponto de voltar ao funcionamento normal e de colocar o ouro".

Plutão, considerado por muito tempo o nono planeta no sistema solar e o mais afastado do Sol, foi reclassificado em 2006 como um planeta anão.

A sonda New Horizons, que depende de um único gerador termoelétrico para geração de energia, foi lançada há nove anos pela Nasa para sondar os segredos de Plutão.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.









swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP