Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Gráfico sobre a nave

(afp_tickers)

A nave espacial não tripulada Progress, em queda livre desde que os operadores russos perderam seu controle, há uma semana, irá se desintegrar sexta-feira ao entrar na atmosfera, anunciou a agência espacial Roskosmos.

"Segundo os cálculos dos especialistas da Roskosmos, a desintegração acontecerá em 8 de maio entre 1H23 e 21H55 horário de Moscou" (20H23 de Brasília em 7 de maio e 16H55 de 8 de maio), afirma um comunicado da da agência.

"A nave se desintegrará na íntegra ao atravessar as camadas da atmosfera da Terra. Apenas alguns pequenos fragmentos chegarão à superfície do planeta", completa.

Em 28 de abril, algumas horas depois do lançamento da Progress M-27, que seria acoplada à Estação Espacial Internacional (ISS), a nave de transporte de material deixou de responder aos engenheiros russos e começou a ter reações incontroláveis.

A Progress M-27M transporta material científico e produtos de primeira necessidade para a ISS, como água e comida. A perda, no entanto, não representará um problema para os seis astronautas que estão na ISS, que dispõem de vários meses de reservas.

Além do material, a Progress também transporta uma réplica da bandeira soviética que o Exército Vermelho hasteou em Berlim em 1945. Ela seria utilizada pelos astronautas russos da ISS para celebrar o 9 de maio, data que marca a vitória aliada contra os nazistas na II Guerra Mundial.

A cada ano, três ou quatro naves Progress viajam até a ISS para transportar material. Depois da missão caem e se desintegram na atmosfera, acima do Oceano Pacífico.

AFP