Navigation

Navio carregado de armas químicas sírias chega à Itália

Contêineres com armas químicas sírias no porto de Gioia Tauro afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 02. julho 2014 - 17:58
(AFP)

O navio dinamarquês "Ark Futura", carregado de armas químicas sírias, chegou na manhã desta quarta-feira, como estava previsto, ao porto italiano de Gioia Tauro da Calábria (sul da Itália).

A operação de transferência de contêineres a um navio militar americano, o "Cape Ray", encarregado de destruir o material, deveria começar naquele momento e terminar em 20 horas.

O "Cape Ray" já estava no cais quando o "Ark Futura" foi escoltado ao porto por uma fragata da marinha de guerra italiana. Um helicóptero do exército italiano vigiava o espaço aéreo.

O "Ark Futura" passou pelo "Cape Ray" e ancorou no cais.

O "Ark Futura" saiu de Lattakia no dia 23 de junho carregando componentes e armas químicas sírias e chegou, segundo a previsão, na madrugada desta quarta-feira ao porto italiano.

O "Cape Ray" está equipado com o material necessário para destruir o arsenal químico em alto mar sem risco para o meio ambiente.

As medidas de segurança em Gioia Tauro foram reforçadas. Todos os acessos ao porto estão fechados à circulação pelas forças de segurança, que impedem a entrada de qualquer pessoa não autorizada ao local.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?