Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, em Jerusalém, em 24 de julho de 2017

(afp_tickers)

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta quarta-feira que quer expulsar de Israel a emissora catariana Al-Jazeera, após as recentes tensões envolvendo a Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém.

"A emissora Al-Jazeera continua incitando à violência", indicou Netanyahu sobre as tensões surgidas nos últimos dias na Esplanada.

"Apelei várias vezes às agências de aplicação da lei para fechar o escritório da Al-Jazeera em Jerusalém. Se isso não for possível por questões legais, então vou procurar que adotem a legislação necessária para expulsar a Al-Jazeera de Israel".

AFP