Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Soldado na República Centro-Africana

(afp_tickers)

Efetivos da missão da ONU na República Centro-africana foram acusados de abusos sexuais contra uma adolescente, informou a Organização das Nações Unidas nesta quarta-feira sobre a última de uma série de denúncias.

A menor foi levada a um hospital depois de ter sido agredida em 30 de setembro em um povoado do sur, Bambari, disse o porta-voz Stephane Dujarric.

A ONU disse que a menina tem 16 anos, mas a Anistia International, que a entrevistou, informou que ela tem 19.

As denúncias acontecem enquanto o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, prepara uma reunião com as vítimas de abusos sexuais dos capacetes azuis em sua visita à República Centro-Africana no final deste mês.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP