Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Museu de Nova York exibe fotografias de vítimas do 11 de Setembro

(afp_tickers)

Autoridades de Nova York identificaram os restos mortais de uma vítima do 11 de Setembro, passados 16 anos do ataque ao World Trade Center.

A pedido da família o nome da vítima - um homem - não será divulgado, informou o IML da cidade.

Mais de 2.750 pessoas morreram no ataque cometido com dois aviões de passageiros sequestrados e lançados contra as Torres Gêmeas.

Até agora, foram identificados os restos mortais - fragmentos ósseos em sua maioria - de 1.641 pessoas, do total conhecido de 2.753 mortos.

Essa última identificação foi a primeira em mais de dois anos, segundo o jornal The New York Times.

"Esse trabalho em curso é vital, porque, com cada nova identificação, temos condições de trazer respostas às famílias afetadas por uma tremenda perda", disse ao NYT a médica-legista-chefe, Barbara Sampson.

AFP