Navigation

Nove pessoas morrem em confronto no México

Veículo táctico da polícia de Jalisco em operação em 6 de março de 2020 afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 07. março 2020 - 12:27
(AFP)

Um confronto armado violento entre agentes do estado mexicano de Jalisco e um grupo criminoso deixou nove mortos em uma casa em Tlaquepaque, onde seis dos faleciodos teriam sido sequestrados dentro da propriedade, informou o Ministério Público estadual nesta sexta-feira (6).

A briga ocorreu em uma área residencial a leste da cidade de Guadalajara, capital de Jalisco, quando agentes de investigação implantaram uma operação em torno de um endereço onde acreditavam haver pessoas sequestradas.

Segundo o procurador do Estado, Gerardo Octavio Solís Gómez, os supostos plagiadores teriam atirado nos agentes e nas pessoas que foram sequestradas quando estavam encurraladas.

"Há nove pessoas mortas: dois agentes do MP, seis pessoas localizadas dentro da fazenda" e outro homem que morreu na rua, informou Solís Gómez em entrevista coletiva.

Entre os mortos que estavam dentro da casa supostamente havia uma mulher, disse o procurador.

No local foram localizados cerca de 300 cartuchos de rifles de assalto.

Jalisco, um estado do oeste do México, vive uma espiral de violência há mais de cinco anos, devido à presença do poderoso cartel Jalisco Nueva Generación, que piorou desde 2017 devido à fratura dessa organização criminosa.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.