Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Harvey, um furacão que se tornou tempestade tropical, atinge desde sexta-feira a costa do Golfo dos Estados Unidos

(afp_tickers)

Harvey, um furacão que se tornou tempestade tropical, atinge desde sexta-feira a costa do Golfo dos Estados Unidos, com chuvas torrenciais sobre a região de Houston, Texas, que ameaçam se deslocar para o estado vizinho da Louisiana. Isto é o que se sabe até agora:

- Quais as suas características? -

Harvey tocou terra como furacão de categoria quatro na costa do Texas na sexta-feira, com intensa chuva e ventos de até 215 km/h, para depois se tornar uma poderosa tempestade tropical.

O Centro Nacional de Furacões disse ser a pior tempestade de chuva registrada até agora, com precipitações que podem superar os 120 centímetros em algumas áreas, entre elas Houston, a quarta cidade do país com 2,3 milhões de habitantes, e mais de seis milhões em sua área metropolitana.

O prefeito de Houston decidiu não ordenar a evacuação antes da tempestade, temendo criar uma situação de caos nas estradas. As autoridades locais se viram angustiadas pela magnitude das inundações que obrigaram o fechamento de dois aeroportos e a evacuação de hospitais.

- Qual o impacto humano? -

A cifra oficial de mortos é atualmente de três, mas provavelmente será maior quando os organismos de socorro tiverem acesso às zonas isoladas pela água. Centenas de pessoas seguiam presas nas ruas alagadas em Houston e na periferia.

A Agência Federal para a Gestão de Emergências (Fema) anunciou que esperava abrigar 30.000 pessoas em centros de acolhida temporários. O diretor Brock Long disse que as operações de busca e resgate abarcam mais de 50 condados no Texas.

A secretária de Segurança Interna, Elaine Duke, antecipou mais "inundações potencialmente fatais" em vastas áreas do centro-sul e sudeste do Texas nos próximos dias. "Os rios não alcançarão seu limite até o final da semana", acrescentou.

- Quais danos causou até agora? -

Embora ainda seja muito cedo para avaliar com precisão a magnitude dos danos, o governador do Texas, Greg Abott, estimou a destruição em bilhões de dólares.

Analistas estimaram um impacto material de entre 30 e 100 bilhões de dólares, segundo a Bloomberg. A maior parte dos danos não estará coberta pelo seguro.

O Golfo do México é também uma região-chave para a produção de petróleo nos Estados Unidos. O Harvey causou a suspensão de cerca de 22% da produção de petróleo na região, equivalente a 375.000 barris por dia.

Abott assegurou que a indústria petroleira estava bem preparada e que as operações e bombeamento poderiam ser retomadas dentro de uma ou duas semanas.

Portos ao longo da costa do Texas também estavam fechados, incluindo o de Houston, segundo do país em termos de tonelagem.

- Como são os trabalhos de socorro? -

As operações de socorro mobilizam importantes recursos das autoridades locais e federais, com o apoio de voluntários.

Em Houston, alguns moradores continuam presos nos telhados de suas casas pelo repentino aumento do nível da água. Os ventos de até 65 km/h complicam as tarefas de resgate dos helicópteros. O governador do Texas enviou para a zona toda a guarda nacional do estado, de 12.000 efetivos.

O vice-presidente, Mike Pence, disse que o governo federal mobilizou 8.000 funcionários e enviou mais de 1,2 milhão de rações de comida e um milhão de litros de água.

- Quais problemas são esperados? -

As autoridades americanas insistem que o desastre continuará.

Até 450.000 pessoas podem necessitar ajuda de emergência, calculou nesta segunda-feira o diretor da Fema.

Os serviços de resgate também estão tentando responder os muitos pedidos de ajuda que saturaram as linhas de emergência.

Dois reservatórios de água da cidade ameaçam transbordar, pelo qual o Corpo de Engenheiros do Exército decidiu desafogar parte em um rio para controlar ao máximo a direção das inundações.

A polícia de Houston também advertiu nesta segunda-feira sobre possíveis furtos por aqueles que querem aproveitar o caos. Quatro pessoas foram presas por roubos.

Do ponto de vista ambiental, especialistas advertiram sobre possíveis infecções bacterianas causadas pelas águas das redes de esgoto e pela água potável potencialmente contaminada.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP