Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um avião da Delta Airlines no Terminal 4 do Aeroporto John F. Kennedy, em Nova York, em 22 de julho de 2014.

(afp_tickers)

O presidente Barack Obama não fixou um limite de tempo para os ataque aéreos americanos no Iraque, apesar dos temores de que Washington se veja arrastado novamente para o conflito no país árabe.

"O presidente não fixou uma data específica", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, aos jornalistas, insistindo, no entanto, que "um conflito militar prolongado que inclua o envolvimento americano não está em discussão".

Os Estados Unidos se envolveram diretamente no Iraque pela primeira vez desde a retirada de suas tropas em 2011, bombardeando nesta sexta-feira posições jihadistas que ameaçam o Curdistão iraquiano e milhares de cristãos e yazidis.

Dois caças bombardeiros americanos lançaram bombas de 250 kg sobre uma peça de artilharia móvel do Estado Islâmico (EI), que tinha como alvo as forças curdas em Erbil.

AFP