Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

A lawyer for the eighth person at the meeting with Donald Trump Jr, who is pictured in this December 2016 file photo, says they are cooperating with investigators

(afp_tickers)

Uma oitava pessoa que participou de uma reunião polêmica com o filho mais velho do presidente Donald Trump foi identificada como um dos principais funcionários de uma empresa fundada por um bilionário russo com envolvimento com os Trump, informou a CNN nesta terça-feira.

A confirmação é o último capítulo no escândalo sobre os contatos da campanha de Trump com a Rússia, depois que foi revelado que Donald Trump Jr. participou da reunião de junho de 2016 durante a campanha na esperança de obter informações comprometedoras da concorrente do pai, Hillary Clinton.

Trump Jr. foi informado por e-mail de que uma "advogada do governo russo" daria detalhes prejudiciais sobre a então candidata. O gerente de campanha de Trump, Paul Manafort, e seu genro, Jared Kushner, também participaram.

O último participante confirmado é Ike Kaveladze, vice-presidente do Crocus Group - um negócio imobiliário comandado por Aras Agalarov, o poderoso russo-azerbaijano que fez negócios com a família Trump - de acordo com a CNN, que cita o advogado de Kaveladze para confirmação da identidade.

De acordo com o advogado Scott Balber, Kaveladze é o cidadão americano que foi ao encontro na Trump Tower acreditando que faria tradução para a advogada russa Natalia Veselnitskaya, que supostamente teria as informações comprometedoras.

"A oitava pessoa foi identificada e estamos cooperando plenamente com os promotores nas investigações", disse à CNN Balber.

O britânico Rob Goldstone, empresário da música que arranjou o encontro, também estava presente.

Goldstone é próximo à estrela do pop Emin Agalarov, filho de Aras Agalarov e que se apresentou durante o concurso Miss Universo 2013, organizado pelos Trump.

Também estava presente um lobista russo-americano e tradutor de Veselnitskaya.

AFP