AFP

Nikki Haley

(afp_tickers)

O Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou firmemente nesta segunda-feira o "bárbaro e covarde ataque terrorista" que matou onze pessoas e feriu dezenas no metrô de São Petersburgo, a segunda cidade da Rússia.

Os 15 membros do Conselho pediram que os autores do ataque sejam levados à Justiça, em um comunicado unânime adotado no início da presidência americana no órgão de decisão da ONU.

A embaixadora dos Estados Unidos junto à ONU, Nikki Haley, qualificou as imagens posteriores ao ataque em São Petersburgo de "chocantes".

"Podem estar certos de que os Estados Unidos apoiarão a Rússia para derrotar estes extremistas que seguem atacando gente inocente sem motivo", disse Haley.

Até o momento ninguém assumiu a responsabilidade pelo ataque, mas o grupo Estado Islâmico convocou recentemente ações contra a Rússia como represália por sua intervenção militar na Síria envolvendo os jihadistas.

AFP

 AFP