AFP

A ONU defendeu nesta segunda-feira a sua agência de ajuda aos refugiados palestinos (UNRWA), objeto de uma aguda crítica israelense

(afp_tickers)

A ONU defendeu nesta segunda-feira a sua agência de ajuda aos refugiados palestinos (UNRWA), objeto de uma aguda crítica israelense.

"O secretário-geral [Antonio Guterres] está preocupado com as recentes críticas públicas contra a UNRWA", disse o porta-voz adjunto, Farhan Haq.

Guterres "deseja expressar o seu apoio à UNRWA e sua admiração pelo papel desempenhado ao fornecer os serviços essenciais e proteger os direitos de milhões de refugiados palestinos no Oriente Médio", acrescentou.

"A educação e as atividades de ajuda que a UNRWA proporciona contribuem de maneira essencial à estabilidade na região", assinalou o porta-voz.

Guterres também "exorta todos os Estados-membros a seguir apoiando a agência para que possa cumprir com a sua função essencial com imparcialidade e eficiência".

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu no domingo à ONU que desmantele a UNRWA, acusando-a de ser anti-israelense, segundo um comunicado de seu gabinete.

Netanyahu afirmou que apresentou esta proposta durante a visita na semana passada a Israel da representante dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley.

A reação da ONU não faz referência explícita a Netanyahu.

AFP

 AFP