Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

(afp_tickers)

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse neste domingo que o conflito em Gaza não deve servir de pretexto para um aumento do antissemitismo na Europa.

Em um comunicado, Ban critica o recente aumento dos ataques antissemitas, particularmente na Europa, por ocasião das manifestações de protesto contra a ofensiva israelense em Gaza.

Vários incidentes antissemitas abalaram as recentes manifestações de solidariedade ao povo palestino em Paris e na região da capital francesa.

O secretário-geral da ONU considera que o "conflito no Oriente Médio não deve proporcionar um pretexto para uma discriminação que poderia afetar a paz social e a harmonia em qualquer lugar".

"Este conflito deve ser resolvido com o fim imediato da violência e com negociações", completou.

Uma comissão do Parlamento israelense também manifestou preocupação com o aumento dos incidentes antissemitas na Europa durante manifestações de solidariedade aos palestinos.

Desde o início da ofensiva israelense, em 8 de julho, mais de 1.800 palestinos morreram na Faixa de Gaza.

AFP