Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membros das Farc, em San José de Oriente, em 1º de março de 2017

(afp_tickers)

A ONU informou, nesta segunda-feira (10), que já estão "praticamente" concluídos o registro e a identificação do armamento da guerrilha das Farc, a qual já iniciou o processo de desarmamento e passagem para a legalidade, após a assinatura do histórico acordo de paz.

"Podemos dizer que praticamente terminamos o registro e a identificação de todo o armamento que as Farc têm em seus acampamentos", disse em entrevista coletiva Javier Pérez Aquino, chefe dos observadores internacionais da missão das Nações Unidas na Colômbia, encarregada de supervisionar a desarmamento dos rebeldes.

Pérez Aquino não mencionou o número total das armas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), mas, em 29 de março, o chefe da missão da ONU no país, Jean Arnault, havia dito que o número era superior a sete mil. Até então, segundo ele, a guerrilha havia entregue mil.

O acordo de paz firmado em novembro passado entre o governo e as Farc prevê um processo - iniciado em meados de março - de registro, identificação, marcação, entrega e destruição de armas.

O armamento dos quase 7.000 combatentes reunidos nas zonas de concentração é armazenado em contêineres da ONU e, depois, será fundido para a construção de três monumentos.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP