Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membros da oposição participam de manifestação, em Caracas, no dia 1º de setembro de 2016

(afp_tickers)

A oposição venezuelana convocou uma nova marcha para o próximo dia 7 de setembro ante a sede da CNE, a autoridade eleitoral, para exigir a realização do referendo revogatório contra o presidente Nicolás Maduro, depois da grande manifestação desta quinta-feira.

"Mostramos ao mundo que a Venezuela quer mudança e convocamos uma nova mobilização dentro de uma semana", afirmou o porta-voz da coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD), que também pediu um panelaço na noite desta quinta-feira em todo o país.

Ao ler um comunicado ante a multidão, Torrealba também anunciou que, em 14 de setembro, será realizada uma mobilização de 12 horas em todas as capitais do país, um dia depois que o CNE provavelmente vai anunciar a próxima etapa do referendo.

"Hoje é o início da etapa definitiva desta luta, e nós, todos os venezuelanos mobilizados, juramos exercer nosso direito constitucional em um protesto pacífico até conseguir a mudança leitoral, pacífica e democrática", enfatizou.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP