O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, pediu nesta sexta-feira à Turquia que atue com moderação na ofensiva contra uma milícia curda no nordeste da Síria.

"Embora a Turquia tenha preocupações legítimas em termos de segurança, esperamos que atue com moderação", disse Stoltenberg em Istambul, em uma entrevista coletiva ao lado do ministro turco das Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu.

"Conversei com ele (Cavusoglu) sobre minha grande preocupação com a operação e os riscos de desestabilização da região", completou.

O secretário-geral da Otan destacou ainda que os avanços registrados na luta contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI) "não devem ser colocados em perigo".

"Os prisioneiros do Daesh (acrônimo em árabe do Estado Islâmico) não podem fugir", insistiu.

A Turquia, país membro da Otan, executa desde quarta-feira uma operação militar na Síria contra uma milícia curda que considera "um grupo terrorista", mas que ajudou a comunidade internacional na luta contra o Estado Islâmico.

"Esperamos que nossos aliados demonstrem solidariedade (...) Afirmar que compreendem nossas inquietações legítimas não basta", respondeu Cavusoglu.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.