Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Plataforma de petróleo perto de Tioga, na Dakota do Norte, em 21 de agosto de 2013

(afp_tickers)

O petróleo fechou em alta nesta quarta-feira (12) em Nova York, apoiado pela queda das reservas americanas.

O barril de "light sweet crude" (WTI) subiu 45 centavos, a 45,49 dólares nos contratos para entrega em agosto no New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte teve alta de 22 centavos, a 47,74 dólares o barril, contra 45,72 dólares da sessão anterior.

"O relatório do Departamento de energia pede, como um todo, por uma alta dos preços, em particular com o forte recuo das reservas de petróleo", opinou John Kilduff da Again Capital.

Na semana finalizada na última sexta-feira, as reservas comerciais de petróleo caíram 7,6 milhões de barris, ficando em 495,4 milhões. Os analistas consultados pela agência Bloomberg tinham calculado uma queda de 2,85 milhões de barris.

Trata-se "da maior baixa semanal desde setembro de 2016", destacou Joshua Mahony, analista da IG.

AFP