Navigation

Países mais pobres podem receber vacinas em semanas, segundo OMS

Profissional de saúde prepara aplicação de vacina contra a covid-19(ARQUIVO) afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 07. janeiro 2021 - 20:58
(AFP)

Os países mais pobres podem começar a receber as primeiras doses de vacinas contra a covid-19 em semanas, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira (7).

O processo de vacinação já está ocorrendo em algumas das nações mais ricas, incluindo Estados Unidos, Reino Unido, países europeus e Canadá.

A aliança privada e pública Covax, que organiza a distribuição mundial de vacinas, assinou acordos para obter até 2 bilhões de doses. As primeiras começarão a ser distribuídas no final de janeiro, explicou a chefe da seção de vacinas da OMS, Kate O'Brien.

A meta da Covax é obter vacinas para 20% da população de cada país participante até o final deste ano. 92% dos países mais pobres terão seus custos de compra cobertos.

A especialista da OMS lembrou que as novas variantes do coronavírus que surgiram no Reino Unido e na África do Sul não afetam, em princípio, a eficácia das vacinas.

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?