Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

As modelos Alessandra Ambrosio, Natalia Vodianova e Natasha Poly apresentam a coleção Primavera/Verão 2018 da Balmain, no dia 28 de setembro de 2017, em Paris

(afp_tickers)

A próxima primavera-verão será uma uma festa, a julgar pelas lantejoulas que brilharam nessa quinta-feira nos desfiles de Paco Rabanne e Balmain em Paris, enquanto a Carven enfeitou suas sandálias com pompons.

- Balmain: glamour em branco e preto -

A glamourosa maison francesa Balmain apostou alto com um cenário majestoso: o palácio da Ópera Garnier, com suas estátuas e colunas douradas e amplas janelas cobertas por cortinas de veludo.

As modelos - entre elas a brasileira Alessandra Ambrósio, Natalia Vodianova e Natasha Poly, assim como a jovem Cara Taylor -, apresentaram uma coleção sexy, com claro domínio do branco e do preto.

Os looks eram justos, as transparências se mostravam com naturalidade, acentuando a roupa de baixo e até as nádegas.

As lantejoulas e os tecidos brilhantes da passarela da Balmain não são reservados para o vestuário noturno: um suéter de listras, uma camiseta e uma calça de corte reto também são usadas em pleno dia na ideia do diretor artístico da marca, o francês Olivier Rousteing.

- Paco Rabanne: era disco -

Fiel a si mesma, a marca Paco Rabanne deu amplo espaço para a malha e também brilhou com vestidos metálicos, combinados com franjas intermináveis que dançavam no passo firme das modelos.

o diretor artístico da marca, Julien Dossena, combinou os looks festivos com botas baixas, para dançar com conforto.

- Carven: no passo do pompom -

Para sua estreia na Carven, o estilista suíço Serge Ruffieux misturou influências e revisitou as proporções da britânica jaqueta 'bomber'.

Nos pés, sandálias de inspiração africana usadas com pompons, enfeite que vive seu momento de glória no fugaz mundo da moda.

Nessa coleção, o ex-estilista da Dior fez coabitar o vestido de gola polo e a jaqueta safári, combinando estampas exóticas com galos.

- Rick Owens: volumes -

O Palácio de Tóquio, um dos centros culturais mais vanguardistas de Paris, voltou a ser o cenário eleito pelo americano Rick Owens, que constrói suas silhuetas jogando com volumes e proporções.

As modelos, mulheres de outro planeta, desfilaram com suas capas protetoras e grandiosas pochetes em torno de um lago que emanava névoa e evocava um mundo pós-apocalíptico.

- Atlein: elegante -

A jovem marca Atlein, do estilista francês Antonin Tron, novo talento da moda parisiense, apresentou looks contemporâneos e frescos para uma mulher que se sente confortável com seu entorno.

"Desde o princípio, a ideia de movimento foi importante na Atlein", disse Tron, formado na famosa Real Academia da Antuérpia (Bélgica) e que trabalhou nas marcas Balenciaga e Louis Vuitton antes de lançar sua marca em 2016.

As estampas aparecem combinadas com peças em preto, as saias são justas e os casacos são usados como vestidos, tendência observada em vários desfiles dessa Semana de Moda, que continua até a próxima terça-feira.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP