AFP

Soldados israelenses prendem dois palestinos durante confrontos no povoado de Beita, em 21 de abril de 2017

(afp_tickers)

Uma palestina foi detida nesta segunda-feira depois de atacar e ferir levemente uma guarda israelense com um punhal em um posto de controle de Qalandia, que liga Jerusalém com a Cisjordânia ocupada.

A agente israelense foi levada para o hospital. A agressora foi controlada por outros guardas e policiais, de acordo com as forças de segurança.

A onda de violência entre israelenses e palestinos, iniciada no fim de 2015, provocou as mortes de 261 palestinos, 41 israelenses, dois americanos, um jordaniano, um eritreu, um sudanês e um britânico, de acordo com um balanço da AFP.

AFP

 AFP