Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Funeral da palestina morta pelos feriumentos causados por uma pedra que atingiu sua cabeça na Cisjordânia ocupada

(afp_tickers)

Uma palestina morreu na noite de sexta-feira Cisjordânia ocupada, como resultado de ferimentos causados ​​por pedras jogadas por colonos israelenses contra o carro no qual ela viajava, informaram meios de comunicação palestinos neste sábado.

Um porta-voz da polícia israelense confirmou em um comunicado que o carro foi alvo de pedradas, sem especificar quem as jogou, e relatou a abertura de uma investigação do caso.

Aisha Mohamed Rabi, 48 anos e mãe de oito filhos, foi atingida por uma pedra na cabeça na noite de sexta-feira quando estava no carro dirigido por seu marido, no sul da cidade de Naplusa.

O marido ficou levemente ferido.

A Cisjordânia, território palestino ocupado há mais de 50 anos por Israel, está sob forte tensão há dias. As forças israelenses estão à procura de um palestino suspeito de matar dois israelenses e ferir um terceiro em 7 de outubro no norte da Cisjordânia.

Na sexta-feira, eles anunciaram a prisão de um palestino de 19 anos, supostamente autor de um ataque a um reservista israelense na quinta-feira.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










AFP