AFP

Forças israelenses durante confronto com manifestantes palestinos em Beit Furik, em 12 de maio de 2017

(afp_tickers)

Um jovem palestino morreu nesta sexta-feira na Cisjordânia ocupada em confrontos com soldados israelenses, indicaram um hospital e o ministério da saúde local.

Saba Nidal Obaid, de 20 anos, foi baleado durante uma manifestação perto do povoado de Nabi Saleh, ao norte de Ramallah, e morreu pouco depois como consequência de suas lesões em um hospital próximo, informaram estas fontes.

O povoado de Nabi Saleh é palco habitual de manifestações contra a ocupação da Cisjordânia por Israel que, com frequência, dão lugar a confrontos.

O exército israelense, interrogado pela AFP, disse ter recebido a notícia da morte de um manifestante, mas não pôde confirmá-la.

Uma porta-voz mencionou uma "manifestação violenta durante a qual dezenas de palestinos lançaram pedras" contra os soldados.

Diante do que o exército classificou de "ameaça imediata", os militares utilizaram "meios de dispersão", e inclusive realizaram disparos, disse.

Desde 1º de outubro de 2015, uma onda de violência em Israel e nos Territórios Palestinos ocupados provocou a morte de 263 palestinos, 41 israelenses, dois americanos, um jordaniano, um eritreu, um sudanês e um britânico, segundo um balanço da AFP.

A maioria dos palestinos falecidos são autores ou supostos autores de ataques contra israelenses, cometidos muitas vezes com armas brancas.

AFP

 AFP