Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Passageiros aguardam em longas filas durante apagão no Aeroporto Internacional de Tocumen, no Panamá, em 18 de setembro de 2017

(afp_tickers)

Um apagão forçou, nesta segunda-feira, o cancelamento de mais de 200 voos no aeroporto panamenho de Tocumen, um dos principais da América Latina.

O gerente geral do aeroporto, Carlos Duboy, disse que a energia foi interrompida por "uma falha considerável no sistema elétrico", e isso prejudicou as operações.

De acordo com o portal www.aeropuertos.net, mais de 200 voos que saiam ou chegavam ao Panamá nesta segunda foram cancelados.

O aeroporto de Tocumen anunciou, no começo da tarde, que diversos voos "começaram a decolar".

O terminal virou um cenário caótico, com passageiros desesperados, sentados no chão, à espera de informações. A segurança do aeroporto foi reforçada.

"Por ora, nossa responsabilidade é garantir a segurança de vocês, levá-los a diversos hotéis com todos os gastos pagos e, dos hotéis, vocês terão que ligar" para as companhias aéreas para saber qual será o próximo voo, disse Calor Rodríguez, presidente do Serviço ao Passageiro de Tocumen.

A companhia aérea panamenha Copa, que viaja a 73 destinos em 31 países, anunciou em sua conta no Twitter que todos os seus voos com horário de chegada e saída do Panamá entre 15H30 GMT (12H30 em Brasília) e 17H30 GMT (14H30) "foram cancelados", enquanto outros "estão significativamente atrasados".

Tocumen é um dos aeroportos mais importantes da América Latina pelo número de destinos e pelo trânsito de pessoas. São operados voos para 90 cidades da América e da Europa, e ele recebe cerca de 14 milhões de pessoas ao ano.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP