AFP

Francisco reza diante do túmulo de Lorenzo Milani

(afp_tickers)

O Papa Francisco realizou nesta terça-feira uma breve peregrinação para homenagear dois sacerdotes falecidos que deixaram sua marca na Igreja peninsular.

Francisco chegou pela manhã a Bozzolo, pequena aldeia da Lombardia, no norte do país, onde se recolheu ante o túmulo do padre Primo Mazzolari, falecido em 1959.

"Mazzolari foi um padre convicto de que o destino do mundo é decidido na periferia", declarou Francisco, que se considera ele próprio um defensor dos marginalizados.

A pregação de Mazzolari foi marcada por um forte tom social, o que o levou a ter alguns de seus livros censurados. Três meses antes de morrer, foi recebido pelo Papa João XXIII, que reconheceu que ele era um sacerdote inspirado pelo Espírito Santo.

Francisco também foi a Barbiana, na Toscana, para homenagear o padre Lorenzo Milani, destacado por seu trabalho em favor da educação.

Falecido em 1967, "tinha uma inquietação espiritual", afirmou o Papa em um vídeo há alguns meses.

AFP

 AFP