Navigation

Papa Francisco ganha camisa autografada da seleção argentina

Papa Francisco é visto em 13 de julho de 2014, no Vaticano afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 16. julho 2014 - 22:45
(AFP)

Os jogadores da seleção argentina vice-campeã mundial enviaram uma camisa autografada ao mais ilustre dos conterrâneos, o Papa Francisco, informou nesta quarta-feira o meia Maxi Rodríguez no Twitter.

O jogador do Newell's Old Boys publicou nas redes social uma foto na qual segura o uniforme 'Albiceleste' junto com o capitão da equipe, o craque Lionel Messi, eleito melhor jogador do torneio.

Na imagem, é possível observar a assinatura de cada um dos 23 comandados do técnico Alejandro Sabella, que fizeram uma grande campanha no Brasil, e só deixaram o título escapar porque perderam por 1 a 0 para a Alemanha na prorrogação.

"Este é o presente da nossa equipe ao nosso Papa Francisco", escreveu Maxi na mensagem.

Torcedor apaixonado do San Lorenzo, clube classificado para as semifinais da Libertadores, o sumo pontífice também recebeu camisas de outras seleções que disputaram o Mundial.

De acordo com o chefe do cerimonial do Vaticano, Guillermo Karcher, Francisco não assistiu à final.

"O papa estava aguardando os resultados do Mundial, mas disse que não assistiu (a final) por uma questão de neutralidade", afirmou Karcher em entrevista a uma rádio argentina.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.