Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Papa Francisco implorou, nesta quarta-feira (18), pela 'conversão dos homens violentos'

(afp_tickers)

O Papa Francisco implorou, nesta quarta-feira (18), pela "conversão dos homens violentos", e manifestou sua "dor", após o atentado de sábado em Mogadíscio, o mais sangrento da história daquele país e que deixou pelo menos 276 mortos e 300 feridos.

"Imploro a conversão dos homens violentos e estimulo todos aqueles que, com enormes dificuldades, trabalham pela paz nessa terra martirizada", comentou o papa Francisco ao fim de sua audiência nesta quarta na praça São Pedro.

"Desejo expressar minha dor pela tragédia ocorrida há dias em Mogadíscio, na Somália", afirmou.

Nenhum grupo assumiu a autoria do atentado até o momento. Autoridades locais e especialistas ouvidos pela AFP consideram que os islamistas somalis do Al-Shabab podem estar por trás do ataque. Eles são ligados à Al-Qaeda e costumam cometer atentados suicida em Mogadíscio e em suas imediações.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP