AFP

O Papa Francisco discursa durante a audiência geral na Praça de São Pedro

(afp_tickers)

O Papa Francisco pediu nesta quarta-feira a cristãos, judeus e muçulmanos que dediquem amanhã "um minuto de paz pelo mundo".

"Em nosso tempo é muito urgente rezar - cristão, judeus e muçulmanos - pela paz", afirmou o pontífice ao final da audiência geral.

A iniciativa foi anunciada para recordar o histórico encontro em 2014, nos jardins do Vaticano, com o falecido presidente de Israel Shimon Peres e o líder palestino Mahmud Abbas, durante o qual pediram pela paz e plantaram uma oliveira.

Na quinta-feira, às 13H00 locais (8H00 de Brasília), qualquer pessoa, em qualquer parte do mundo, está convidada a recolher-se "para um minuto pela paz", explicaram fontes religiosas.

"Amanhã se renova em diversos países a iniciativa um minuto para a paz. Um pequeno momento de oração, para recordar o encontro no Vaticano que tive com o falecido presidente israelense Peres e o presidente palestino Abbas", explicou o pontífice aos milhares de fiéis presentes na Praça de São Pedro.

AFP

 AFP