Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O Nobel peruano de Literatura Mario Vargas Llosa, em Buenos Aires, no dia 5 de maio de 2016

(afp_tickers)

O Nobel peruano de Literatura Mario Vargas Llosa disse nessa quinta-feira na Argentina, onde participa da Feira Internacional do Livro, que considera "muito saudável" que o Brasil passe pela crise política atual.

"Acho que o que está acontecendo em Brasília é um protesto do setor mais saudável e criativo do país diante de uma democracia que estava gangrenada pela corrupção", afirmou.

Segundo Vargas Llosa, "o mundo inteiro tinha santificado Lula, e logo os brasileiros são os primeiros a descobrir que o regime de Lula é a fonte de uma corrupção sem precedentes na história brasileira".

"O que está ocorrendo no Brasil é saudável, muito saudável, e demonstra a liberdade que permitiu que isso seja exposto", comentou.

"O regime de Dilma Rousseff herdou uma corrupção que nasce com Lula. Então, é bom que o Brasil viva essa catarse e tire seus santos do pedestal", completou.

AFP