Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Sessão parlamentar em Bagdá

(afp_tickers)

O Parlamento iraquiano adiou nesta quarta-feira a eleição do presidente do Iraque, o que atrasará a formação do governo, três meses após as eleições legislativas de abril.

Os deputados iraquianos elegeram em meados de julho o líder do Parlamento, Salim al-Juburi, e devem agora escolher o presidente a República, que por sua vez, nomeará um primeiro-ministro.

O novo presidente substituirá Khalal Talabani, que retornou ao Iraque depois de ser submetido a um tratamento médico na Alemanha desde o final de 2012.

O cargo de presidente deve ser ocupado, segundo uma regra não escrita, por um curdo, enquanto o presidente do Parlamento é um sunita e o primeiro-ministro um xiita.

O novo governo terá de enfrentar uma grave crise, marcada pela ofensiva do grupo jihadista do Estado Islâmico (EI), que controla várias áreas ao norte e oeste de Bagdá e as províncias de Deir Ezor e Raqa no norte e leste da Síria.

bur-jjmm/cbo/feb/dmc/jo/mr

AFP