Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, participa de coletiva de imprensa, em Washington, DC, no dia 22 de julho de 2016

(afp_tickers)

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, baixou sensivelmente o tom da polêmica com o candidato à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, e propôs nesta sexta-feira (22) um "diálogo franco e aberto" com o vencedor das eleições de novembro, independente de quem ganhe.

"À senhora Hillary Clinton e ao senhor Donald Trump, quero expressar meu maior respeito. Desde hoje proponho entabular um diálogo franco e aberto com quem quer que seja eleito", disse Peña Nieto em uma coletiva de imprensa junto com o presidente americano, Barack Obama, na Casa Branca.

Desde o início da campanha eleitoral americana, a relação com o México se tornou um dos principais aspectos do discurso de Trump, que defende a construção de um muro na fronteira entre os dois países, a ser pago pelas autoridades mexicanas.

Entretanto, Peña Nieto assegurou que "o próximo presidente ou presidenta dos Estados Unidos encontrará no México e em seu governo uma atitude construtiva, propositiva e de boa fé para engrandecer nossa relação entre as nações".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP