Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Irena Steinfeldt, diretora do departamento de "Justos entre as Nações" em Yad Vashem, segurando o certificado e a medalha de "Justos", no dia 30 de setembro de 2013

(afp_tickers)

Israel entregará nesta quinta-feira (26) em caráter póstumo a distinção "Justo entre as Nações" a um médico egípcio, o primeiro árabe a receber a honraria por ter salvado dois judeus durante o Holocausto, colocando sua vida em risco.

A Yad Vashem, instituição israelense criada em memória ao genocídio dos judeus, havia anunciado em 2013 a concessão do título de "Justo" a Mohamed Helmy, médico egípcio que residia em Berlim durante a Segunda Guerra Mundial, falecido em 1982.

Yad Vashem, no entanto, não conseguiu contatar a família. Várias informações foram divulgadas em 2013, sobre uma suposta recusa da família a receber o prêmio, algo que a instituição nunca confirmou.

A homenagem finalmente acontecerá na quinta-feira em Berlim. O responsável por receber e retirar o prêmio e o certificado de "Justo" será o médico Naser Kotby, sobrinho-neto do doutor Helmy.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP