O chefe do Pentágono disse, nesta sexta-feira (11), que a Turquia, que está realizando uma operação militar contra uma milícia curda no norte da Síria, não mostrou sinais de estar disposta a interromper sua ofensiva.

"Não tenho indicação de que eles querem parar com sua operação", afirmou o secretário de Defesa Mark Esper em entrevista coletiva em Washington, com base em uma ligação telefônica na quinta-feira com seu colega turco, Hulusi Akar.

Por sua parte, o chefe do Estado-Maior Conjunto, Mark Milley, disse que não ver "nenhuma indicação ou sinal precursor de que os sírios venham a deter sua intervenção militar".

Antes, Esper havia solicitado que Ancara interrompesse sua operação militar na Síria.

No entanto, a ofensiva turca contra os curdos no território sírio é "relativamente limitada", segundo Milley.

"Os turcos realizaram ataques de artilharia e abriram fogo com seus tanques do lado norte da fronteira. Quanto às forças que seguiam para o sul, acreditamos que é relativamente limitado em termos de forças terrestres", disse o oficial de mais alta patente do Exército dos Estados Unidos.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.