Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O primeiro acidente, que deixou nove mortos e 19 feridos, ocorreu perto de meia-noite, quando um ônibus com cerca de 50 passageiros viajava entre as cidades de Ayacucho e Huancayo

(afp_tickers)

Ao menos 17 pessoas morreram em dois acidentes de trânsito registrados nas afastadas estradas andinas de Huancavelica, uma das regiões mais pobres do Peru, informou a polícia nesta segunda-feira.

O primeiro acidente, que deixou nove mortos e 19 feridos, ocorreu perto de meia-noite, quando um ônibus com cerca de 50 passageiros viajava entre as cidades de Ayacucho e Huancayo.

O veículo rodopiou por mais de 50 metros, em direção ao rio Mantaro, depois que um caminhão invadiu sua pista, informou a polícia, citando testemunhas.

Os feridos foram trasladados por equipes de socorro a um centro de saúde em Huancayo.

O segundo acidente, onde oito pessoas perderam a vida, envolveu uma caminhonete que caiu em um abismo por excesso de velocidade, segundo as primeiras versões das autoridades.

A caminhonete ia em direção ao distrito de Ahuaycha, em Huancavelica. Segundo uma rede de televisão local, algumas das vítimas viajavam no bagageiro.

Nos Andes peruanos, muitas das rotas terrestres chegam a 4.000 metros de altitude, através de caminhos sinuosos e estreitos, repletos de abismos.

Em 2016, mais de 2.500 pessoas morreram em acidentes de trânsito no país, segundo cálculos oficiais.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP