Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Sede corporativa da Odebrecht na República Dominicana

(afp_tickers)

O Ministério Público informou nesta segunda-feira sobre a captura de um ex-funcionário do segundo mandato do presidente Alan García por suposto vínculo com os subornos pagos pela empreiteira Odebrecht, que reconheceu a entrega de propinas milionárias em troca de contratos.

"Foi preso o ex-funcionário do governo Juan Carlos Zevallos Ugarte" pelo caso Odebrecht, assinalou o MP no Twitter.

"A equipe especial do Ministério Público fez uma batida em dois imóveis [pertencentes a Zevallos] no [distrito de] La Molina pelo caso Odebrecht", afirmou em outro tuíte.

O MP levou em conta o patrimônio daquele que foi o presidente do Organismo de Supervisão de Investimento em Infraestrutura de Transporte durante o segundo mandato de García.

Segundo o jornal El Comercio, Zevallos tem diversos terrenos em seu nome e comprou um imóvel avaliado em mais de 400.000 dólares.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP