Navigation

Peru prolonga confinamento até 26 de abril

O presidente peruano, Martín Vizcarra, decretou o revezamento de homens e mulheres nas ruas diante da pandemia do novo coronavírus. afp_tickers
Este conteúdo foi publicado em 08. abril 2020 - 21:31
(AFP)

O Peru prolongou nesta quarta-feira (8) o confinamento da população em seus lares, com toque de recolher noturno e o fechamento de fronteiras até o próximo 26 de abril como parte da estratégia diante da pandemia do novo coronavírus.

"Tornou-se imprescindível ampliar o estado de emergência por duas semanas. Ele irá até o domingo 26 de abril", anunciou o presidente Martín Vizcarra ao prolongar a medida que desde o último 16 de março e iria acabar no próximo 12 de abril.

"Com isso garantimos que o esforço que os peruanos fazem possa ser mantido no futuro. Não queremos que haja risco de que por acabar mais cedo o período de emergência, acabe mudando a situação", disse o presidente durante uma coletiva de imprensa.

Até agora, há 4.342 casos confirmados de coronavírus no país, com 121 mortes, desde que foi detectado pela primeira vez no último 6 de março. Entre segunda e quarta quase duplicaram o número de casos confirmados.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.