Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Os britânicos são cada vez mais críticos sobre como o governo está administrando a saída da União Europeia (EU) e mais pessimistas em relação a seu desfecho

(afp_tickers)

Os britânicos são cada vez mais críticos sobre como o governo está administrando a saída da União Europeia (EU) e mais pessimistas em relação a seu desfecho, revela uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

A sondagem do Centro Nacional de Pesquisa Social mostra que a proporção de britânicos que consideram que a gestão do governo é ruim nesta questão aumentou de 41% em fevereiro a 55% em julho e 61% em outubro.

O índice dos que acreditam que o Reino Unido conseguirá um acordo ruim com Bruxelas passou de 37% em fevereiro a 44% em julho e 52% em outubro.

A pesquisa mais recente mostra que apenas 19% dos entrevistados acreditam que o país conseguirá um bom acordo.

A explicação para os números é que "o pessimismo aumentou mais entre os que votaram a favor da saída da UE no referendo de junho de 2016", destacou John Curtice, coordenador da pesquisa.

No referendo, o voto pela saída venceu por quatro pontos (52-48%).

Curtice explicou que os eleitores anti-UE não mudaram de opinião, mas criticam a gestão do governo e o processo de saída.

"Um Brexit difícil poderia ser caro politicamente para (a primeira-ministra britânica Theresa) May e seu governo em dificuldades, mais do que o catalisador de uma mudança de opinião sobre o Brexit", disse.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP