Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Mais de 600 mil pessoas já assinaram a petição lançada na sexta-feira na plataforma change.org para pedir à Transport for London (TfL), a autoridade dos transportes de Londres, que reverta sua decisão de proibir a empresa Uber de atuar na capital

(afp_tickers)

Mais de 600 mil pessoas já assinaram a petição lançada na sexta-feira na plataforma change.org para pedir à Transport for London (TfL), a autoridade dos transportes de Londres, que reverta sua decisão de proibir a empresa Uber de atuar na capital britânica.

A TfL decidiu não renovar a licença de companhia de transporte privado de passageiros que expira em 30 de setembro.

Para explicar sua decisão, a autoridade destacou que "o enfoque e a gestão da Uber mostraram uma falta de responsabilidade em relação a vários problemas, com consequências potenciais na proteção e segurança do público".

A TfL também acusa a Uber de não reagir adequadamente às denúncias de delitos de seus motoristas e sua incapacidade de comprovar os antecedentes penais de seus funcionários.

A autoridade igualmente culpa a Uber de utilizar um programa para que as autoridades não detectem os motoristas quando eles trabalham em áreas onde não têm direito de operar.

Uber, que afirma atender 3,5 milhões de londrinos e reunir mais de 40.000 motoristas registrados, disse que vai apelar da decisão.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP