Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Plataforma de petróleo perto de Tioga, na Dakota do Norte, em 21 de agosto de 2013

(afp_tickers)

O petróleo fechou em baixa nesta segunda-feira (2) em Nova York e em Londres por sinais de aumento da produção dos Estados Unidos e da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

O barril de light sweet crude (WTI) para dezembro caiu 1,09 dólar, a 50,58 no New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte recuou 67 centavos, a 56,12 dólares, no primeiro dia de utilização dos contratos para dezembro como referência.

Os preços "foram freados por informes sobre o aumento da produção da Opep e da quantidade de poços ativos nos Estados Unidos", disse Robert Yawger da Mizuho.

A Opep e outros grandes produtores como Rússia estão comprometidos em um plano de redução da oferta até março de 2018. Contudo, informes da imprensa dão conta de que vários desses países bombearam mais petróleo em setembro do que tinham se comprometido.

Os preços também sofreram com o fortalecimento do dólar. Como a commodity é negociada neste moeda, ela fica mais caro para países com outra espécie.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP