Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Poço de petróleo perto da cidade de Andrews, Texas

(afp_tickers)

O petróleo fechou em leve baixa nesta quinta-feira (19) em Nova York, após quatro sessões em alta, quando a tensão no Iraque parece se atenuar.

O barril de light sweet crude (WTI) para entrega em novembro recuou 75 centavos e fechou a 51,29 dólares no New York Mercantile Exchange.

Após as forças governamentais iraquianas atacarem, no começo da semana, combatentes curdos de regiões disputadas no norte do país, o governo da província autônoma do Curdistão se declarou favorável, nesta quinta, ao diálogo com o governo central de Bagdá.

"Parece que os curdos estão dispostos a voltar às fronteiras de 2014 e que a violência deve ser interrompida, pelo menos por um tempo", disse James Williams da WTRG Economics.

"A produção na região foi um pouco afetada pela luta, o oleoduto, mesmo que tenha desacelerado um pouco, não parou de funcionar, e as tensões parecem diminuir", acrescentou.

De acordo com o escritório Kpler, "os volumes de carregamento no porto de Ceyhan, na Turquia (onde termina o oleoduto que transporta a maior parte do petróleo produzido em Kirkuk), foram excepcionalmente baixos durante a semana que começa em 16 de outubro".

O declínio nos preços do petróleo também foi atribuído a uma reação tardia aos números divulgados na quarta-feira pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos, que indicaram um aumento nas reservas de produtos destilados pela primeira vez desde agosto.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP