AFP

(Arquivo) Poço de petróleo perto da cidade de Andrews, Texas

(afp_tickers)

O petróleo subiu, nesta segunda-feira (22), em um mercado animado pela expectativa de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros grandes produtores prolonguem os limites para a oferta que aplicam desde janeiro.

No mercado de Nova York, o barril do "light sweet crude" (WTI) ganhou 40 centavos, a US$ 50,73, nos contratos com entrega em junho.

Em Londres, o barril do Brent avançou 27 centavos, a US$ 53,87, nas transações para entrega em julho.

Na semana passada, a Arábia Saudita, membro dominante da Opep, e a Rússia, que não integra a organização, falaram da conveniência de manter os atuais níveis de produção, e o Iraque se somou a eles nesta segunda-feira. Os iraquianos são o segundo maior produtor da Opep, atrás dos sauditas.

O mercado espera que o compromisso formal seja alcançado na quinta-feira, quando a Opep se reúne em Viena com os outros 11 países que estabeleceram tetos para sua oferta visando sustentar os preços.

AFP

 AFP