Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Plataforma de petróleo perto de Tioga, na Dakota do Norte, em 21 de agosto de 2013

(afp_tickers)

O petróleo fechou em alta nesta segunda-feira (10) em Nova York, em um mercado cercado de expectativas sobre a intenção da Opep e de outros produtores quanto ao futuro.

O barril de "light sweet crude" (WTI) avançou 17 centavos, a 44,40 dólares nos contratos para entrega em agosto no New York Mercantile Exchange (Nymex).

Às 20H45 GMT (17H45 em Brasília), o barril de Brent do Mar do Norte subia 17 centavos, a 46,88 dólares o barril.

O mercado aguarda uma reunião da Opep e de outros grandes produtores, anunciada para as próximas duas semanas, disse Andy Lipow da Lipow Oil Associates. Os observadores querem saber se a produção vai voltar a crescer e se Líbia e Nigéria vão participar das negociações.

A Opep, em parceria com países petroleiros como a Rússia, decidiu, no fim de 2016, reduzir sua produção para elevar os preços. Contudo, outros produtores, como Estados Unidos, não estão comprometidos com a redução.

No caso americano, a produção inclusive aumentou, porque a melhora dos preços favoreceu a extração de petróleo de xisto.

Líbia e Nigéria, integrantes da Opep, foram liberadas de reduzir a oferta devido aos problemas políticos que atingem os dois países.

AFP