Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

(Arquivo) Plataforma de petróleo no Golfo do México

(afp_tickers)

O preço do petróleo em Nova York fechou em queda nesta segunda-feira, sinalizando mais calma no mercado em relação aos conflitos no Iraque e na Ucrânia. Enquanto isso, a Líbia continua incrementando sua produção petróleo.

O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em setembro caiu 94 centavos no New York Mercantile Exchange (Nymex), fechando em 96,41 dólares.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em outubro recuou 1,93 dólares no Intercontinental Exchange (ICE), a 101,60 dólares, nível mais baixo desde junho de 2013.

Na sexta-feira, o petróleo bruto fechou em alta influenciado pelas tensões na Ucrânia. "Mas o fim de semana aplacou as preocupações sobre conflitos geopolíticos", destacou Matt Smith, da Schneider Electric.

"Ao mesmo tempo, nos EUA os investidores apostam em uma queda da demanda no final da temporada de grandes viagens de carro no primeiro final de semana de setembro", destacou Matt Smith.

Na semana passada, a Agência Internacional de Energia (AIE) divulgou seu informe mensal, apontando um crescimento fraco da demanda mundial no segundo trimestre e revisou para baixo suas projeções de consumo para 2014 e 2015.

AFP