Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um campo petrolífero no Texas, nos EUA, em 19 de janeiro de 2016

(afp_tickers)

O petróleo terminou a sessão desta segunda-feira (17) em baixa, rompendo uma sequência de cinco dias de alta.

O barril de "light sweet crude" (WTI) perdeu 52 centavos a 46,02 dólares nos contratos para agosto negociados no New York Mercantile Exchange (Nymex).

O barril de Brent do Mar do Norte com entrega em setembro caiu, por sua vez, 20 centavos no Intercontinental Exchange (ICE) de Londres, a 48,71 dólares.

O mercado americano recuperou o ritmo após o frenesi da semana passada, que se beneficiou da forte queda das reservas americanas.

"O mercado de petróleo continua sofrendo com as informações que indicam que a Opep 'derramou' mais petróleo no mercado em junho", destacou o analista Tim Evans num comunicado, apontando que existe "um enfraquecimento" do acordo para limitar a produção.

A Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros produtores - entre eles a Rússia - vinham respeitando as cotas de produção impostas no começo do ano.

Contudo, o mercado se questiona sobre a capacidade e a vontade desses países de manter os esforços até o fim do acordo, em março de 2018.

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

AFP