Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

As reservas de petróleo subiram claramente menos do que o previsto na semana passada nos Estados Unidos

(afp_tickers)

O preço do petróleo sofreu uma pequena queda nesta terça-feira em Nova York, em um mercado que fez uma discreta correção técnica após o forte avanço registrado nos últimos dias. A queda dos preços também foi influenciada pela alta do dólar.

O barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em agosto caiu 17 centavos, a 104,42 dólares na New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em setembro fechou em 107,33 dólares na Intercontinental Exchange (ICE), um recuo de 35 centavos em relação ao fechamento de segunda-feira.

"O avanço que vimos nos últimos dias parece ter se esgotado", afirmou Gene McGillian, de Tradition Energy.

Na segunda-feira, o petróleo bruto subiu quase 1,50 dólar em Nova York devido às tensões na Ucrânia e no Oriente Médio, gerando preocupações relativas ao abastecimento de petróleo.

Nesta terça-feira a forte alta do dólar, em particular em relação ao euro, pesou sobre o petróleo.

O mercado também aguarda o relatório semanal de reservas do Departamento de Energia dos EUA, e aguarda uma nova queda de estoques pela quarta semana consecutiva, em um contexto de forte uso da capacidade operativa das refinarias, destacou Matt Smith, da Schneider Electric.

A redução nas reservas é sinal de maior demanda nos EUA.

AFP