Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Plataforma de petróleo perto de Tioga, na Dakota do Norte, em 21 de agosto de 2013

(afp_tickers)

O petróleo fechou em alta nesta sexta-feira, encerrando bem a semana marcada pelo aumento da produção americana e pela redução das reservas do país.

O barril de "light sweet crude" (WTI) subiu 1,42 dólar, a 48,51 nos contratos para setembro negociados no New York Mercantile Exchange (Nymex).

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em outubro fechou a 52,72 dólares, um aumento de 1,69 dólar ante a sessão anterior.

Apesar de sua valorização nesta sexta, o WTI recuou 0,39% na semana. Após uma forte queda na segunda-feira, quando a China deu sinais de atividade industrial mais baixa, o preço teve dificuldade de encontrar uma orientação, mas na sexta-feira conseguiu se recuperar.

A semana também foi marcada pela alta da produção dos Estados Unidos e pela sétima redução seguida das reservas da commodity do país.

Entre os principais fatores da alta nesta sexta, está a queda do dólar, o que automaticamente torna as compras mais rentáveis para os países que têm outras divisas.

Os mercados também voltaram suas atenções para a Opep, que realizará na segunda-feira uma avaliação do plano de limitação da oferta que vai até março de 2018.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

AFP